quinta-feira, 13 de junho de 2024

Empresa

CEO assume presidência do Grupo CRV no Brasil com desafio de ampliar vendas

Tags: ceo, Genética Bovina, grupo crv, presidência

Stefan Mihailov, de 56 anos, é o novo diretor-presidente do grupo CRV no Brasil, uma das maiores multinacionais de genética bovina em atuação no mercado nacional. Ele assume o cargo  em substituição ao holandês Rudi Den Hartog, que liderou o grupo holandês no Brasil nos últimos três anos. Natural de São Paulo (SP), Mihailov é médico veterinário, formado pela UNESP, de Botucatu, e acumula experiência de 30 anos na pecuária brasileira, tendo trabalhado em empresas do setor da nutrição animal, entre elas a Champion, Trouw e Phibro e Fort Dodge/Zoetis.

O grupo CRV no Brasil inclui a CRV e a Central Bela Vista. O desafio de Mihailov é o de ampliar as vendas. Ele está otimista porque, segundo ele, a pecuária brasileira avança rapidamente e está bem-posicionada no mercado mundial. “O Brasil já é o maior exportador mundial de carne e está no caminho de ser o maior produtor mundial, pois temos uma situação muito favorável”, compara ele.

“A Austrália enfrenta problemas de clima, de falta de água, e a Índia tem suas questões religiosas, por exemplo. Não temos esses problemas aqui”, afirma. Além disso, ele diz que ao criar “boi no pasto”, ou em regime semi-intensivo, o Brasil produz carne com qualidade e sabor muito apreciados, dentro da demanda mundial crescente da “carne verde”.

Mihailov também diz que o crescimento da produção de carne não precisa ser buscado com a expansão da área ocupada pela pecuária. “Devemos produzir mais carne por hectare, o que é plenamente possível.” Para ele, o segredo para esse crescimento está em uma abordagem profissional do tripé genética, nutrição e saúde animal.

“A melhoria genética já é uma realidade e pode crescer mais; na alimentação precisamos cuidar melhor dos pastos”, exemplifica. “Saúde é também importante: há poucos meses, um episódio atípico de ‘vaca louca’ deu um susto nos mercados mundiais e afetou temporariamente as exportações impactando preços ao produtor, o que mostra a importância da sanidade da pecuária.”

Para Mihailov, no leite as expectativas são também positivas. “Acredito que nosso potencial no leite é muito grande, ainda que esse setor seja marcado por propriedades familiares, com menos recursos, que podem ter acesso limitado à tecnologia”, compara. “Mesmo assim, os produtores de leite continuam avançando”, diz o novo presidente do Grupo CRV no Brasil.

O crescimento na produção de carne e leite tem que ser acompanhado pelo aumento da lucratividade, afirma ele. “Na pecuária de carne e de leite os produtores têm orgulho do trabalho que realizam, mas precisam lucrar para se manterem na atividade, para prosperar, para repassar o negócio para novas gerações, e isso exige tecnologia, algo que, na CRV, temos de sobra para colocar à disposição de todos”, diz ele. “A tecnologia pecuária cresce rapidamente no Brasil e há muito espaço para avançar nessa área”, conclui.

Empresa reestruturada

Em 2022, ano em que o mercado de genética apresentou retração, o grupo CRV manteve estáveis as vendas de doses de sêmen bovino e cresceu 30% na venda de outros produtos, entre eles os recém-lançados embriões. Em 2022, a Central Bela Vista bateu recordes de produção. “A CRV é um exemplo mundial de tecnologia e qualidade no setor de genética bovina e, no Brasil, contamos com muitas soluções para acelerar o crescimento da produtividade e lucratividade da pecuária brasileira”, diz o novo presidente da empresa.

Nos últimos dois anos, o grupo CRV no Brasil passou por uma profunda reestruturação. A sede da empresa foi transferida de uma fazenda em Sertãozinho (SP) para um escritório moderno e integrado, com comunicação de última geração, em Ribeirão Preto (SP). A equipe de vendas e o portfólio de touros foram ampliados e o marketing reforçado. Já a Bela Vista transformou-se na maior central de coleta e processamento de sêmen bovino da América Latina, incluindo um centro tecnológico de pesquisa em alimentação bovina.

“Tenho certeza de que encontrarei no grupo CRV profissionais muito capacitados”, afirma Mihailov. “Meu trabalho é facilitar o trabalho de todos, individual e coletivamente, para que juntos possamos encontrar mais e melhores soluções para alcançarmos os resultados de crescimento que esperamos.”

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna Conexão Agro Rádio UEL Sucessão Familiar - Conexão Agro
196 - Planejamento sucessório pode evitar disputas por herança
12/06/2024

Planejamento sucessório é estratégia crucial para prevenir disputas relacionadas à herança de propriedades rurais. Confira na Coluna Conexão Agro desta semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário