sexta-feira, 14 de junho de 2024

Grãos

Dia Mundial da Segurança dos Alimentos: déficit de armazéns pode comprometer 40% da produção de grãos no Brasil

Tags: deficit de armazenagem, desperdídio de grãos, Dia Mundia da Segurança dos alimentos, safra

O Dia Mundial da Segurança dos Alimentos será celebrado pela quinta vez neste dia 7 para chamar a atenção e inspirar ações que ajudem a prevenir, detectar e gerenciar riscos de origem alimentar. No Brasil, o desperdício de grãos na cadeia de produção e distribuição é um dos grandes obstáculos para a segurança alimentar e o déficit na capacidade estática de armazenagem de grãos figura entre os problemas que impactam nessas perdas.

Segundo dados do estudo “A perda de grãos no Brasil e no mundo: dimensão, representatividade e diagnóstico”, divulgado neste ano pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em 2020 o Brasil desperdiçou 36,7 milhões de toneladas de grãos, o equivalente a 15% da safra de arroz, cevada, milho, soja e trigo daquele ano. O volume perdido seria suficiente para alimentar 11,2 milhões de pessoas durante um ano, o que representava 59% das pessoas que enfrentaram a fome no país no mesmo período, conforme o levantamento.

Paulo Bertolini, presidente da Câmara Setorial de Equipamentos para Armazenagem (CSEAG) da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), explica que o desperdício acontece em todo o processo, desde a colheita, transporte, armazenagem até a distribuição, mas ressalta que o cenário da falta de estrutura adequada para a armazenagem de grãos vem piorando a cada ano e impacta na perda da qualidade dos grãos produzidos aqui.
“Acompanhamos ao longo de décadas o aumento da produção, com safras recordes, mas a armazenagem de grãos não acompanha esse crescimento. Isso continuará pressionando os preços das commodities para baixo, o que significa menor renda para o agricultor. Falta de armazenagem será um dos fatores para redução da velocidade de crescimento do agro brasileiro, infelizmente, e também resulta em desperdício de alimentos”, destaca.

Levantamento da Abimaq aponta que o déficit da capacidade de armazenagem de grãos deve chegar a 118,5 milhões de toneladas neste ano, quase 38% do total da produção, estimada em 312,5 milhões de toneladas. De acordo com a consultoria Cogo Inteligência em Agronegócio, as perdas para a cadeia produtiva do país por falta de armazenagem chegam a R$ 30,5 bilhões em 2023.

Faltam armazéns nas propriedades

Frederich Dechandt, gerente comercial da Granfinale Sistemas Agrícolas, fábrica de equipamentos para secagem, classificação, transporte e armazenagem de grãos, enfatiza que a falta de espaço para acomodar a produção é um dos principais gargalos enfrentados pelos produtores rurais brasileiros, especialmente porque os armazéns existentes estão instalados, em sua maioria, nas indústrias e cooperativas. “Apenas 15% dos silos e armazéns estão nas fazendas. Nos Estados Unidos, como comparação, 65% dessa estrutura fica dentro da propriedade rural, onde o produtor pode estocar sua safra, secar os grãos para manter a qualidade e esperar pelos melhores preços”, justifica o gerente.

Segundo Frederich, no Brasil, o produtor se obriga a escoar rapidamente a colheita e fica refém do serviço de transporte e dos altos fretes cobrados nessa época. “O investimento na estrutura de armazenagem e secagem de grãos precisa estar no planejamento de negócio do produtor rural, como estratégia para assegurar que a safra seja comercializada no melhor momento e com a qualidade ideal”, conclui.

A data
O Dia Mundial da Segurança dos Alimentos foi criado por resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, em 2018. Em 2023, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) elegeu como tema “Padrões alimentares salvam vidas”. O objetivo da data é encorajar todos, do produtor ao consumidor, a adotar padrões de segurança de alimentos ao longo da cadeia de abastecimento alimentar e assim ajudar a reduzir as doenças transmitidas por alimentos, que são quase totalmente evitáveis.

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna Conexão Agro Rádio UEL Sucessão Familiar - Conexão Agro
196 - Planejamento sucessório pode evitar disputas por herança
12/06/2024

Planejamento sucessório é estratégia crucial para prevenir disputas relacionadas à herança de propriedades rurais. Confira na Coluna Conexão Agro desta semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário