segunda-feira, 24 de junho de 2024

Notícias

Embrapa Soja e Academia Chinesa de Ciência discutem projetos de pesquisa para cultura da soja

Tags: biotecnologia, China, embrapa, tecnologia

A Embrapa Soja promoveu, em conjunto com a Academia Chinesa de Ciência/China Academy of Science – CAS), nesta segunda-feira (20), o Workshop de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) em Sistemas Sustentáveis de Produção de Soja, na Embrapa Soja, em Londrina (PR). O memorando de entendimento entre a Embrapa e a instituição chinesa, assinado em 2020, entrará agora na fase de discussão de projetos de interesse comum para cooperação técnica em PD&I. Inicialmente as atividades deverão ser focadas em ações na área de biotecnologia para a cultura da soja em regiões tropicais.

O chefe-geral da Embrapa Soja, Alexandre Nepomuceno reforça, no entanto, que os projetos poderão ser expandidos para outras áreas do conhecimento com o avanço e desenvolvimento da parceria. “Essa parceria irá possibilitar a troca de conhecimentos e até mesmo o intercâmbio de cientistas visitantes entre os países para desenvolvimento de projetos em conjunto para a cultura da soja”, diz. “Neste primeiro encontro, os cientistas chineses vieram conhecer o que estamos pesquisando e também apresentaram as ações de pesquisa que eles desenvolvem para avaliarmos os interesses em comum e assim o potencial de complementariedade e, portanto, do desenvolvimento das pesquisas em conjunto”, ressalta Nepomuceno.

Atualmente a China está construindo um laboratório no Sul do País, com foco em genética de soja, o que revela o amplo domínio que tem nessa área. “Eles estão desenvolvendo tecnologias de ponta, a exemplo das técnicas de edição gênica e do sequenciamento de genoma da soja. A parceria será muito importante para o avanço da pesquisa brasileira e assim da concretização de ações de pesquisa em nosso país”, explica Nepomuceno.

A comitiva chinesa que esteve na Embrapa Soja era formada por sete pesquisadores de quatro instituições científicas e universidades chinesas, especialistas em genética de soja (Institute of Genetics and Developmental Biology, CAS; Institute of Genetics and Developmental Biology, CAS; University of Chinese Academy of Sciences). Os cientistas chineses foram recepcionados por Alexandre Nepomuceno, chefe-geral da Embrapa Soja, por Adeney Bueno, chefe de Pesquisa e Desenvolvimento, por Carina Gomes Rufino, chefe de Transferência de Tecnologias e por pesquisadores da Embrapa Soja de diferentes áreas de pesquisa.

Pesquisas conjuntas

A China tem grande interesse em parceria com o Brasil na área da soja, visto que nosso país é o seu principal fornecedor do grão, matéria prima para produção de ração animal. Cerca de 80% do total exportado pelo Brasil é destinado para a China, ou seja, aproximadamente 60 milhões de toneladas das 150 milhões de toneladas de soja produzidas na safra 2022/23. Segundo Weicai Yang, diretor do Instituto de Genética e Desenvolvimento Tecnológico da CAS, a parceria une esforços para produzir mais alimentos e de qualidade, garantindo a segurança alimentar no planeta. “Além disso, tanto o Brasil quanto a China têm uma comunidade científica forte e que pode trocar muita experiência, desenvolvendo tecnologias e promovendo avanços científicos de maneira mais rápida e eficiente, se trabalharem em conjunto”, ressalta Yang.

Parcerias técnicas

Durante o evento, o diretor de Ciência e Tecnologia, do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Roberto Moreira, teve a oportunidade de apresentar o ecossistema de inovação de Londrina (PR). “Apresentamos como nosso ambiente é favorável para o estabelecimento de parcerias, relatamos o potencial da cidade para pesquisas como essa sendo firmada com Embrapa, assim como nosso potencial em outras áreas. Consideramos extremamente relevante esse tipo de conexão, especialmente com China”, diz Moreira. A cidade possui três parques tecnológicos, duas incubadoras, 10 setores de governança, a exemplo do Agrovalley, mais de 250 startups e aproximadamente 1600 empresas na área de tecnologia da informação.

A programação técnica contou com a apresentação do Banco Ativo de Germoplasma da Embrapa Soja, coleção de mais de 65 mil acessos (tipos) de soja e que guarda a variabilidade genética da soja. A partir dessa coleção, é possível a identificação de diferentes fontes de interesse para o desenvolvimento de cultivares de soja, a exemplo, de cultivares com maior sanidade, com melhor teor de óleo e mais tolerantes à seca, por exemplo. A apresentação foi feita pelos pesquisadores Carlos Arrabal Arias e Marcelo Fernandes.

Também houve uma palestra relacionada à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Biotecnologia e Genética da Soja. Tema que foi apresentado pelas pesquisadoras Liliane Henning e Francismar Guimarães. Outro tema debatido no workshop foi relacionado às ações que vêm sendo realizadas para promover a descarbonização no processo de produção de soja, além da questão dos bioinsumos. Essas duas temáticas foram apresentadas pelo pesquisador Marco Antônio Nogueira.

Marco Antonio Nogueira apresentou os principais resultados da fixação biológica no nitrogênio, tecnologia que permite ao Brasil economizar cerca de R$ 38 bilhões, por safra, ao dispensar o uso de adubos nitrogenados.

Durante o workshop, também se promoveu uma discussão sobre o desenvolvimento conjunto entre as instituições brasileiras e chinesas para o estabelecimento de um centro de inovação em alimentos sustentáveis.

Visita ao Brasil – Depois da visita à Embrapa, os pesquisadores chineses visitarão a Cooperativa Coamo ( 21/03), em Campo Mourão (PR), a Embrapa Agrossilvipastoril (23/03), em Sinop (MT) e uma fazenda em Lucas do Rio Verde (MT) ( 24/03).

Fonte: Embrapa Soja

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna 197 - IAT conclui adequações na regulamentação da suinocultura
19/06/2024

Coluna Conexão Agro na UEL FM destaca a proposta de adequações na regulamentação da suinocultura no Paraná preparada pelo IAT e o novo Plano Safra, que será anunciado na próxima semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário