segunda-feira, 24 de junho de 2024

Notícias

Exportações de café em nível mundial totalizam 72,19 milhões de sacas

Tags: café, café arábica, café robusta, cafeicultura

As exportações globais de café, no acumulado de sete meses, especificamente no período de outubro de 2022 a abril de 2023, totalizaram o equivalente a um volume físico de 72,19 milhões de sacas de 60kg. Desse volume, 42,52 milhões de sacas foram de cafés da espécie arábica, que correspondem a 58,3% do total exportado, e, adicionalmente, 29,67 milhões de sacas de cafés da espécie robusta, volume que equivale a 41,7% das vendas mundiais no período em foco.

Focando exclusivamente no mês de abril do corrente ano de 2023, verifica-se que as exportações de café, também em nível mundial, totalizaram 10,15 milhões de sacas, das quais 6,15 milhões de sacas exportadas foram de cafés da espécie arábica, volume físico que corresponde a 60,5% do total vendido, e, adicionalmente, 4 milhões de sacas foram de café robusta (39,5%).

Assim, constata-se, com base nos dados dessas duas performances mundiais das exportações de cafés citadas, em termos percentuais, que a participação dos cafés da espécie arábica nas exportações globais gira em torno de 60%, e que, adicionalmente, a venda dos cafés da espécie robusta aos importadores se aproximam de 40%, desempenhos que obviamente são muito similares nos dois períodos objeto desta análise, mencionados anteriormente.

Tais volumes da performance mundial das exportações de cafés, em destaque, retratam o que efetivamente foi vendido aos importadores por países produtores de café no planeta, os quais são divididos e agrupados pela Organização Internacional do Café – OIC em quatro grandes regiões cafeeiras do mundo, a saber: América do Sul, Ásia & Oceania, México & América Central e África. Adicionalmente, convém esclarecer que o ano-cafeeiro da Organização compreende o período de outubro a setembro, daí esses sete meses estarem sendo objeto de análise e destaque.

Conforme demonstra o Relatório sobre o mercado de Café – maio 2023, da OIC, o qual também está disponível na íntegra no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café, que é coordenado pela Embrapa Café, especificamente no mês de abril deste ano 2023, a América do Sul, maior região produtora de café do mundo, exportou o equivalente a 3,57 milhões de sacas de 60kg, volume físico que corresponde em torno de 35% do que foi exportado no citado mês pelas quatro regiões produtoras. Contudo, esse desempenho denota uma ligeira queda de 6,4% das exportações dessa região, na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

Complementando esta análise, como base nos dados estatísticos do desempenho da cafeicultura em nível mundial, a OIC também destaca no seu Relatório que as exportações da Ásia & Oceania, no mês em referência, exportou volume físico de 3,75 milhões de sacas, o qual equivale a 37% do total vendido, a despeito de ter registrado uma pequena redução de 1%, na mesma base comparativa.

Com relação às exportações de cafés da África, cujo volume físico vendido somou 0,94 milhão de sacas de 60kg, montante que corresponde a 9,2% do total que foi exportado no mundo no mês de abril, tal performance denota uma queda de 9,8%, na comparação com o mês do ano anterior. E, por fim, resta mencionar que as exportações do México & América Central atingiram no mês de abril de 2023 o total de 1,9 milhão de sacas de 60kg, vendas que equivalem a aproximadamente 18,7% do que foi registrado no mundo no mês em análise. Além disso, tal desempenho dessa região representa um acréscimo de 6,3% em comparação com a performance do mês de abril de 2022.

Concluindo está análise, com base nos dados estatísticos da OIC, referenciados no seu Relatório de maio, merecem também destaque os números apontados, em nível mundial, tanto para a produção como para o consumo de café estimados para o ano-cafeeiro 2022-2023. Assim, conforme a Organização, a produção mundial de café das quatro regiões cafeeiras somadas deverá atingir um volume físico 171,3 milhões de sacas de 60kg, desempenho que registrará um ligeiro crescimento de 1,7%, na comparação com o ano-cafeeiro anterior.

E, disso mais, que o consumo mundial de café deverá atingir o equivalente a 178,5 milhões de sacas, no ano-cafeeiro 2022-2023, registrando também uma taxa de crescimento de 1,7%, no comparativo com o ano anterior. Entretanto, caso tais performances se confirmem, o mercado mundial de café deverá passar por mais um ano de déficit na oferta em torno de 7,2 milhões de sacas de 60kg, suscita o Relatório da OIC.

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna 197 - IAT conclui adequações na regulamentação da suinocultura
19/06/2024

Coluna Conexão Agro na UEL FM destaca a proposta de adequações na regulamentação da suinocultura no Paraná preparada pelo IAT e o novo Plano Safra, que será anunciado na próxima semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário