quinta-feira, 13 de junho de 2024

Agronegócio

Exportações de carne pelo Porto de Paranaguá cresceram cerca de 13% em 2022

Tags: boi, carne, exportações, frango

As exportações de carne pelo Porto de Paranaguá cresceram cerca de 13% em 2022. Foram 2.970.105 toneladas de frango e carnes bovina e suína embarcadas pelo terminal paranaense, contra 2.620.876 toneladas em 2021. O aumento registrado nas cargas de peixe foi ainda maior: 126%, passando de 2.085 toneladas em 2021 para 4.720 toneladas no ano passado.

Proporcionalmente, o maior volume dos embarques está exatamente nas cargas de frango. Em 2022, 2.378.360 toneladas da carne foram exportadas pelo Paraná. No ano anterior, 2.276.168 toneladas, um crescimento de cerca de 4,5%.

“O Porto de Paranaguá é a principal saída do frango brasileiro para o mercado internacional”, afirma o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. “Muito se deve ao fato de sermos estratégicos para o principal produtor da carne de aves, que é o Estado do Paraná”.

Porém, segundo Garcia, é a eficiência do terminal de contêineres do Porto de Paranaguá e a qualidade da infraestrutura portuária do Estado que fazem com que os exportadores da carga sigam operando pelo porto paranaense.

“O segundo principal exportador de frango do País é o Porto de Itajaí, em Santa Catarina. Se não oferecêssemos mais vantagens operacionais ao segmento, a carga certamente migraria. Afinal, a distância é pequena”, completa.

ESTRUTURA – As carnes são exportadas em contêineres. A empresa TCP, que administra o terminal de contêineres do Porto de Paranaguá, conta com a maior estrutura para atender o segmento de congelados e refrigerados da América Latina, com 3.624 tomadas.

Além disso, esse é o único terminal do segmento, na região Sul, com operação ferroviária dentro de zona primária. “E a ferrovia atende muito os exportadores de frango, principalmente da região Oeste do Estado”, afirma Garcia.

FERROVIA – A movimentação de contêiner pelos trilhos também aumentou no ano passado. Em 2021, a proporção era de 91% de transporte rodoviário para 9% ferroviário. No ano passado, passou para 86% pela rodovia e 14% pela ferrovia.

BOIS E SUÍNOS – Já as exportações da carne bovina subiram 113%. Em 2021, 221.442 toneladas foram embarcadas pelo Porto de Paranaguá. No ano passado, o volume somou 471.943 toneladas. De carne suína, foram 119.802 toneladas exportadas em 2022, e 123.266 toneladas em 2021, uma queda de 2,8%.

DESTINOS – Os principais destinos do frango embarcado por Paranaguá foram China, Emirados Árabes e África do Sul. A carne bovina foi principalmente para China, Filipinas e Egito. A carne suína foi exportada em maiores volumes para Hong Kong, Vietnã e Cingapura. O peixe tem os Estados Unidos como grande destino.

Fonte: AEN

 

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna Conexão Agro Rádio UEL Sucessão Familiar - Conexão Agro
196 - Planejamento sucessório pode evitar disputas por herança
12/06/2024

Planejamento sucessório é estratégia crucial para prevenir disputas relacionadas à herança de propriedades rurais. Confira na Coluna Conexão Agro desta semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário