sábado, 13 de julho de 2024

Pecuária
Pecuária eficiente e sustentável começa com tecnologia nutricional diferenciada
14/06/2024
Uso de aditivos naturais ganha força na bovinocultura de corte e de leite
Por: Redação
Pecuária leite nutrição ração gado de leite - conexão agro
Empresa oferece linha de rações para gado leiteiro de alta performance
Divulgação
Tags: tecnologia nutricional

Por não definirem o preço final da carne ou do leite que produzem, os pecuaristas precisam buscar estratégias para ganhar competitividade e garantir perenidade nos mercados cada vez mais competitivos em que estão inseridos. “Para o pecuarista permanecer de forma mais eficiente e sustentável na atividade, precisa investir em tecnologia. Com um aporte tecnológico bem empregado, crescerá a produtividade, que se refletirá na lucratividade”, destaca o zootecnista e Doutor em Agronomia José Leonardo Ribeiro, gerente de produtos de ruminantes da Guabi Nutrição e Saúde Animal. Segundo ele, todos esses resultados estão condicionados à nutrição adequada no momento e nas quantidades certas.

“Nos últimos anos, cresceu muito o uso de aditivos naturais, cujos resultados cada vez mais robustos estão respaldados por pesquisas científicas”, detalha o especialista, salientando que o objetivo é gerar aumento de produtividade no menor tempo possível, para garantir o bem-estar animal e a produção de proteína de altíssimo valor biológico de forma segura e que auxilie na obtenção de um planeta cada vez mais sustentável. A Guabi, que em 2024 completa 50 anos de atividades, começou no segmento com a produção de rações para bovinos de leite e de corte e, no início dos anos 2000, lançou sua linha de suplementos minerais Guabiphos, que atualmente representam a maior fatia de vendas no segmento de bovinos. Completam o portfólio as linhas de núcleos, concentrados e suplementos minerais proteinados. Ao todo, a Guabi conta com mais de 90 produtos disponíveis aos pecuaristas.

Estudos e pesquisas desenvolvidos pela Guabi em parceria com universidades embasam o desenvolvimento de soluções inovadoras e altamente tecnológicas para atender à constante evolução das necessidades do consumidor. “Fornecemos ao mercado soluções nutricionais em diferentes categorias de produtos para atender as mais variadas demandas, entre elas resultados zootécnicos, financeiros e sustentáveis. Cada vez mais, nossos produtos contemplam tecnologias como prebióticos para saúde intestinal, que incrementam a absorção de nutrientes; probióticos (leveduras vivas), que beneficiam o ambiente ruminal dos animais; adsorvente de micotoxinas; que previnem os efeitos danosos das micotoxinas ao animal e à produção; e minerais orgânicos - como cromo, selênio, zinco, cobre e cobalto”, explica o Doutor em Agronomia.

No ano do seu cinquentenário, a Guabi apresentará novidades ao mercado, como a nova linha de rações da linha Lactage (para gado leiteiro de alta performance), que incluirá um aditivo composto por uma mistura de óleos essenciais, exclusiva da empresa Agolin. Este pré-lançamento acontece na Megaleite 2024, de 11 a 15 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte (MG). “O objetivo do produto é reduzir a produção de metano, contribuindo para a redução da emissão de gases do efeito estufa, ao mesmo tempo em que aumenta a produtividade e a qualidade do leite”, ressalta Ribeiro.

Estratégia

De acordo com o especialista, cada produtor precisa avaliar, com assistência de profissionais especializados, quais são os produtos mais adequados para melhorar seus resultados. “O pecuarista precisa conhecer as exigências dos animais, a quantidade de nutrientes e o volumoso para poder ser assertivo no programa nutricional”, aponta. Ele cita que o volumoso participa com 45 a 50% da dieta do gado de leite, enquanto de 20 a 40% da dieta do gado de corte. Além disso, o criador precisa fazer o acompanhamento da dieta - tanto da composição das matérias-primas quanto das doses. Na estação mais seca do ano, a recomendação é utilizar diferentes tipos de suplementos minerais e proteinados em cada etapa (adensado, proteico, proteico-energético). “O ganho de peso depende da categoria de animal e do pasto, mas é possível chegar a até 1 kg por dia sem fornecer volumoso adicional, com a ração de semiconfinamento Guabitech Supripasto 28”, ilustra.

Rações especialmente formuladas para animais de alta performance garantem premiações a clientes da Guabi em exposições e pistas de bovinos de corte e de leite, em provas de conformidade corporal, ganho de peso e produção de leite. “O sucesso do cliente com animal com potencial genético diferenciado começa com produtos de nutrição de ótima qualidade no momento certo e em quantidade adequada, sem passar por estresse. É o resultado do tripé nutrição, manejo e genética mais a ambiência. Se um deles deixa a desejar, o animal não atinge o topo”, conclui Ribeiro.

Sobre a Guabi Nutrição e Saúde Animal

A Guabi Nutrição e Saúde Animal é uma empresa que está completando 50 anos de desenvolvimento e fabricação de produtos de alta qualidade, voltados para o bem-estar de todo o ciclo: animais, produtores, criadores e consumidor final. Investe na qualidade dos insumos e tecnologias de ponta que garantam o melhor resultado e hoje é uma das maiores empresas de nutrição e saúde animal do país. Tem forte atuação em todos os estados brasileiros, possuindo unidades fabris distribuídas pelo Brasil, Centros de Distribuição em diversos estados e o Escritório Nacional em Campinas/SP.
Para saber mais, acesse: www.guabi.com.br

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

A selective focus shot of a green plant in the field
Coluna 198 - 73% das propriedades de soja no Brasil são de pequenos produtores
03/07/2024

Levantamento da Embrapa Soja, com base em dados do IBGE, de 2017, desmistifica a visão de que a soja é cultivada apenas por grandes produtores. Confira reportagem na coluna Conexão Agro.

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário