quinta-feira, 22 de fevereiro de 2024

Agropecuária, Sustentabilidade
Potencial produtivo da soja pode ser maior na safra 23/24 com uso da coinoculação, diz empresa
30/10/2023
Combinação dos microrganismos Bradyrhizobium associado com Azospirillum pode elevar em 16% o índice de produtividade
Por: Redação
produtividade coinoculantes microorganismos bioinsumos soja conexao agro
A coinoculação consiste na soma de dois microrganismos benéficos às plantas que auxiliam no fornecimento de nitrogênio (N)
Foto: Mariana Lázaro/Pixabay
Tags: agricultura biológica, coinoculação da soja

Com a produção de soja estimada em 162 milhões de toneladas na safra 23/24, 4,8% maior em relação à safra anterior, segundo dados da Conab, produtores de todo o País podem alcançar índices ainda maiores de produção ao utilizarem tecnologias como o uso do sistema de coinoculação. Trata-se da união do inoculante biológico fixador de nitrogênio do gênero Bradyrhizobium associado com Azospirillum, microrganismo promotor de crescimento e que também auxilia na Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN).

Unidas, as duas espécies de microrganismos podem elevar em até 16% o índice de produtividade na sojicultura, segundo afirma Fernando Bonafé Sei, gerente da área técnica da Novozymes, empresa líder mundial em biossoluções. Para esta safra, a produtividade média estimada pela Conab é de 3.586 quilos por hectare (kg/ha), portanto o uso da tecnologia da coinoculação pode representar um incremento de 574 kg/ha ou 9,5 sacos por ha (sc/ha).

A coinoculação consiste na soma de dois microrganismos benéficos às plantas que auxiliam no fornecimento de nitrogênio (N), um dos principais elementos que disponibiliza energia para as plantas. Atualmente, completa Bonafé Sei, há uma tendência pela procura dessa associação, pois ela possui excelente relação de custo-benefício. “A coinoculação atende às necessidades dos produtores que buscam altos índices de produtividade com rentabilidade e sustentabilidade econômica e ambiental”, observa.

A união das bactérias Bradyrhizobium com o Azospirillum, contida na linha Optimize® e AzoMax® da Novozymes, contribui para uma melhor nutrição da planta em razão da fixação biológica de nitrogênio e da produção de fitormônios que estimulam o desenvolvimento radicular das plantas de soja. Com isso, o uso da tecnologia promove maior absorção de nutrientes do solo e melhor aproveitamento do nitrogênio do sistema, o que favorece altas produtividades com maior rentabilidade", pontua o gerente técnico da Novozymes.

Em estudos realizados pela Embrapa, a coinoculação é uma ferramenta que traz uma série de benefícios para as plantas, a exemplo da promoção de crescimento do sistema radicular que proporciona alta absorção de nitrogênio e também maior captação de água pelas raízes. “O Azospirillum é responsável pelo aumento no tamanho dos nódulos e o aumento no volume das raízes”, Bonafé reforça que a eficiência dos dois microrganismos reduz o uso dos fertilizantes químicos, principalmente os nitrogenados, que estão com um custo elevado no mercado internacional.

Simbioses

De acordo com dados da Embrapa, no período de safra, as bactérias de Bradyrhizobium contribuem com o suprimento de nitrogênio, além de benefícios adicionais proporcionados pela coinoculação com Azospirillum, que incluem o melhor estado nutricional das plantas, maior tolerância a estresses abióticos provocados por elementos externos e também alta resistência a fortes estiagens.

Fernando Bonafé Sei afirma que a coinoculação é uma das ferramentas mais sustentáveis que o agronegócio tem adotado pelo incremento em produtividade, além de ser fácil de aplicar. “O produtor pode optar por adquirir o pacote tecnológico por meio do tratamento de sementes na propriedade ou a inoculação com Bradyrhizobium e Azospirillum no sulco de plantio”, observa.

Sobre a Novozymes

A Novozymes é líder mundial em soluções biológicas. Juntamente com clientes, parceiros e a comunidade internacional, aprimoramos o desempenho industrial ao mesmo tempo em que preservamos os recursos do planeta e auxiliamos na construção de uma vida melhor. Como maior provedor mundial de tecnologias microbianas e de enzimas, nossa bioinovação permite maior produção agrícola, lavagem à baixa temperatura, produção energeticamente eficiente, combustível renovável e muitos outros benefícios com os quais contamos hoje e no futuro.

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

belagrícola tecnologias solo - Conexão Agro
Coluna 182 - Dia Mundial do Solo
29/11/2023

Solo: recurso fundamental para o futuro do planeta. Na coluna “Conexão Agro”, ouça reportagem completa sobre a integração de conhecimentos e a regionalização da pesquisa do solo no Paraná

Botão Player

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário