terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Agropecuária, Política e Economia
Primeira cooperativa de café do mundo conquista certificação regenerativa
02/11/2023
O selo comprova a qualidade dos cafés com práticas regenerativas que são recebidos nos armazéns
Por: Redação
café - certificação - agricultura regenerativa - boas práticas agrícolas - conexão agro
A certificação confirma a integridade dos processos da Expocacer na recepção e no tratamento dos cafés certificados como regenerativos
Freepick
Tags: café regenerativo, cafés especiais, Cafés exportações

Com 5.500 hectares de café regenerativo, a Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado (Expocacer) se torna a primeira do mundo a receber o selo de certificação regenerativa. A auditoria foi realizada pela Regenagri®, entidade global que tem como objetivo garantir a saúde e a preservação do solo, com certificação da inglesa Control Union.

A certificação confirma a integridade dos processos da Expocacer na recepção e no tratamento dos cafés certificados como regenerativos, evidenciando as práticas sustentáveis que são realizadas pela cooperativa, como a energia renovável, coleta seletiva e a rastreabilidade dos cafés armazenados, acompanhando o percurso do produto desde sua entrada no armazém, até sua distribuição aos consumidores finais. Para adquirir a certificação, a Expocacer comprovou também sua responsabilidade com o meio ambiente e o compromisso com seus parceiros, consumidores e produtores regenerativos, onde recebeu 100% de aprovação.

"Projetos e iniciativas como Elas no Café, Jornada da Qualidade, Expocacer Teens, entre outros que trabalham e estimulam ações sustentáveis junto à comunidade cafeeira foram essenciais para esta conquista, além do nosso departamento exclusivo para assuntos ligados à sustentabilidade, onde orientamos os associados", diz Simão Pedro de Lima, Diretor Superintendente da Expocacer.

A cafeicultura regenerativa adota práticas que visam preservar a saúde do solo, aumentar a biodiversidade, proteger recursos hídricos e promover a resiliência dos sistemas agrícolas. Dentre as vantagens das práticas regenerativas estão: preservação da flora e fauna, redução de custos, diminuição da poluição, maior qualidade do café, maior resistência às mudanças climáticas e redução do desmatamento. Este ano, a Expocacer, com apoio do Sebrae, já conseguiu certificar 14 cooperados, número que deve crescer para 24 até o final de 2023.

"Estamos muito orgulhosos, pois essa conquista vem para confirmar o trabalho que está sendo desenvolvido há anos pela Expocacer e que com a certificação fortalece ainda mais o compromisso de garantir uma cafeicultura sustentável e de qualidade junto aos nossos cooperados, clientes, colaboradores e parceiros comerciais e institucionais", afirma Farlla Gomes, Gerente de Sustentabilidade da Expocacer.

Para a cooperativa, a rastreabilidade automatizada que utiliza a tecnologia RFID (método de identificação automática através de sinais de rádio), e permite que os produtores saibam exatamente a localização do seu café nos armazéns da entidade também foi um dos diferenciais na obtenção da certificação, reconhecendo os cuidados que a Expocacer possui com os cafés dos cooperados.

Recentemente o primeiro café com selo de agricultura regenerativa do mundo também começou a ser distribuído globalmente no varejo, pela marca Italiana Illy Caffè, em parceria com a Federação dos Cafeicultores do Cerrado e Expocacer. Com notas de caramelo intenso, o produto já está disponível em 50 países, com previsão de atingir 140 até 2024.

"Obter a certificação regenerativa para a Expocacer é alcançar um patamar de expansão de valor, pois este feito influencia diretamente o 'core' do nosso negócio. É a formação de um conjunto de ideias, estratégias e atitudes ecologicamente corretas, economicamente viáveis e socialmente justas, garantindo o suprimento sem comprometer o das gerações futuras", finaliza Flávia Nunes, Diretora de Operações e Logística da Expocacer.

Sobre Expocacer

Criada em 1993 e situada em Patrocínio/MG, a Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado (Expocacer) promove a qualidade dos cafés e o trabalho dos cooperados no Brasil e no mundo, por meio de iniciativas socioambientais relevantes e movimentação da economia de toda a região. A infraestrutura da cooperativa contempla dois armazéns com capacidade para mais de 1 milhão de sacas. Atualmente são atendidos 680 produtores, com exportação para mais de 30 países, nos 5 continentes.

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

belagrícola tecnologias solo - Conexão Agro
Coluna 182 - Dia Mundial do Solo
29/11/2023

Solo: recurso fundamental para o futuro do planeta. Na coluna “Conexão Agro”, ouça reportagem completa sobre a integração de conhecimentos e a regionalização da pesquisa do solo no Paraná

Botão Player

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário