segunda-feira, 24 de junho de 2024

Bioinsumos

Palestras do BelaSafra abordam temas relevantes para o agro nesta quinta-feira

Tags: BelaSafra, biológicos, comodities, mercado

O BelaSafra, evento da empresa Belagrícola, tem como tradição em suas palestras apresentar ao produtor temas atuais e relevantes para o campo. Nesta 22ª edição, todos os dias, entre 11h30 e 12h, “Bate-papo na Varanda” trará mercado. Outras palestras másters terão destaque na programação, iniciando diariamente às 15h. O evento está sendo realizado na Unidade de Difusão de Tecnologia (UDT) da Belagrícola, na Rodovia PR 445, quilômetro 92 – Cambé/PR, em uma área de 19 hectares, com 13 hectares utilizados em experimentos e a expectativa de participação é de mais de 8 mil produtores.

O consultor Ismael Menezes, da MD Commodities, participa do BelaSafra (Bate-papo na Varanda), com informações sobre as “Perspectivas para o Mercado de Commodities”. Ele falará sobre a safra 22/23, que começa a ser colhida no Brasil com a perspectiva de se chegar a cerca de 150 milhões de toneladas. Qual o impacto dessa supersafra para o bolso dos produtores? Ismael também alerta para alguns aspectos que rondam a safra 23/24, como o La Niña dando lugar ao El Niño, as perspectivas de aumento de área para a próxima temporada no Brasil e, consequente, aumento de produção, e também boas perspectivas para a produção mundial. O que o produtor pode esperar? E ainda, como o produtor pode se proteger e buscar a melhor relação custo de produção versus preço de commodities.

“A Nova Era dos Biológicos” é um dos temas desta quinta-feira (02/02), com a engenheira-agrônoma da Andrios Assessoria, Alessandra Rigotto. “A nova era dos biológicos é a descoberta de uma ferramenta a mais, junto com o conhecimento da química e física do solo, que conseguimos usar para potencializar os benefícios refletindo na produtividade. Estamos aprendendo a cada dia como explorar melhor esse ambiente solo e trazer os microrganismos como parceiros para a agricultura”, explica. Alessandra Rigotto ressalta, que quando se trata de produtos biológicos, mudanças e adequações estão ocorrendo no cenário agro e que tanto produtor, quanto técnico devem aprimorar conhecimentos na área para melhor aproveitamento das tecnologias que o material oferece. O produtor deve conhecer o solo da sua propriedade. Outro ponto importante é o suporte dos profissionais técnicos que orientará o manejo biológico na propriedade.

Ainda nesta quinta (02/02), o professor da Universidade federal de Santa Maria (UFSM), Telmo Amado faz uma segunda apresentação do tema “Construção do Perfil do Solo”. Tendo em vista a ocorrência de déficits hídricos e estresse térmicos cada vez mais frequentes e a intensificação dos cultivos, existe uma urgência em desenvolver estratégias que possibilitem mitigar o efeito destes estresses sobre os cultivos. A construção do perfil do solo é uma das estratégias bastante eficazes e será tema da palestra do professor Telmo Amado, reconhecido estudioso e pesquisador da fertilidade e conservação do solo, agricultura de precisão, dinâmica da matéria orgânica, agricultura regenerativa e Saúde do solo. “A Construção de Perfil do Solo favorável ao enraizamento profundo é uma necessidade para estabilizar a produção ao longo dos anos. Estudos sobre estresse hídrico e térmico de cultivos têm reportado que o estímulo ao enraizamento das plantas é uma das estratégias mais eficientes e econômicas a ser adotadas pelos agricultores”, destaca o pesquisador.

Fechando as palestras máster, na sexta-feira (03/02), último dia do BelaSafra, ‘o gerente de Desenvolvimento de Sementes da BelaSementes, Daniel Serrarens, aborda o tema “A importância do Vigor das Sementes”. “A semente é um ser vivo que replica a sobrevivência da espécie para um próximo plantio (verão). Esta energia consegue passar o poder de germinação e dependendo das condições do solo, o vigor faz a diferença. O vigor fornece a força. O quanto este embrião tem musculatura para emitir o sistema radicular. No caso das sementes de soja, a importância do vigor se mostra na força que tem para arrastar o cotilédone (que carrega a energia para emitir as folhas) para fora da terra”, explica Serrarens. Ele conta que o investimento em pesquisa realizado pela Bela Sementes- empresa do grupo Belagrícola -, que há quatro anos vem avaliando cultivares e linhagens novas “às cegas”, tem o objetivo de auxiliar o consultor e cliente Belagrícola nas escolhas de tecnologias de novas cultivares, principalmente de soja (Projeto Soja Experimental), porque o número de opções e linhagens de cultivares no mercado aumentou muito, chegando a centenas todos os anos, um dos resultados de investimentos em pesquisa e biotecnologia.

 

 

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna 197 - IAT conclui adequações na regulamentação da suinocultura
19/06/2024

Coluna Conexão Agro na UEL FM destaca a proposta de adequações na regulamentação da suinocultura no Paraná preparada pelo IAT e o novo Plano Safra, que será anunciado na próxima semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário