sexta-feira, 14 de junho de 2024

Agricultura Familiar

Startup conecta agricultores familiares e mercado comprador de alimentos

agricultura familiar
Tags: agricultura familiar, alimentos, conexão, mercado

Potencializar a agricultura familiar. É assim que a startup “Laços do Agro”, gestada há um ano no interior do Paraná e colocada em prática agora em 2022, define sua missão. Como esse propósito tem sido cumprido? Proporcionando comunicação entre produtores rurais, cooperativas e o mercado, conforme explica o idealizador da iniciativa, Leandro Scalabrin, que há quase 20 anos trabalha com tecnologias da informação e sentia a necessidade de desenvolver uma solução nesse sentido para as atividades do campo.

“A plataforma conecta produtores e cooperativas, e estas com prefeituras, instituições compradoras de alimentos da agricultura familiar. Percebia a dificuldade que há, nas cooperativas, de obter informação de seus agricultores sobre quais produtos estão cultivando, quanto está sendo produzido, para quando será a colheita. Muitas vezes se perdem oportunidades de negócios por causa dessa falta de informação”, conta Scalabrin.

O desenvolvedor exemplifica citando o aumento de demanda de produtos da agricultura familiar, decorrente de programas de aquisição de merenda especificamente desse segmento. Não raro, observa Scalabrin, agricultores e cooperativas deixam de atender encomendas por não terem se preparado para cultivar os alimentos necessários, porque, sem informação sobre essa demanda potencial, não planejam plantio e colheita.

Aplicativo conecta agricultores e cooperativas

“Com o ‘Laços do Agro’, as cooperativas ficam sabendo o que e o quanto estão sendo produzidos, e para quando. Se chega a encomenda de algo, a cooperativa sabe a que produtor recorrer. Da mesma forma, indica aos produtores futuras demandas. Então, a cooperativa pode verificar com os agricultores quem tem interesse, quem pode produzir, e em que período”, detalha o idealizador da solução, acessada por meio de um aplicativo por todo os elos dessa cadeia produtiva.

Ao promover essa comunicação, o aplicativo viabiliza às cooperativas e às famílias agricultoras a gestão de estoque e dos contratos, bem como elaborar e acompanhar cronogramas de pedidos, produção e fornecimento e, ainda, acompanhar eventuais incidentes que possam prejudicar a colheita. “O ‘Laços do Agro’ é uma solução em tecnologia para estimular maior produção na agricultura familiar, gerando emprego e renda no campo”, assinala Scalabrin.

A solução foi lançada em abril, atendendo a Cooperativa de Agroecologia e da Agricultura Familiar (Coperfam), localizada em Quatro Pontes, no extremo oeste do Paraná. Mas vem se expandindo e, para 2023, a ideia é alcançar agricultores familiares do país vizinho, Paraguai. Uma versão em espanhol do aplicativo já foi desenvolvida.

O “Laços do Agro” é uma startup do Grupo SWA, do qual Leandro Scalabrin é fundador e CEO. A SWA foi criada em 2006, como um projeto de estágio, quando Scalabrin era estudante do campus de Medianeira, no oeste paranaense, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), e desenvolveu um software educacional.

Hoje, o Grupo SWA é um dos cinco maiores no fornecimento de soluções em TI para o mercado de educação. Atende 155 instituições de ensino do país, tendo mais de 500 mil estudantes e 40 mil professores como usuários.

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna Conexão Agro Rádio UEL Sucessão Familiar - Conexão Agro
196 - Planejamento sucessório pode evitar disputas por herança
12/06/2024

Planejamento sucessório é estratégia crucial para prevenir disputas relacionadas à herança de propriedades rurais. Confira na Coluna Conexão Agro desta semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário