quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias

Sustentabilidade no ambiente rural é premiada no Agrinho

Tags: Concurso Agrinho, Sistema Faep

A produção agropecuária com sustentabilidade foi defendida durante evento de premiação do 27.º Concurso Agrinho. O projeto tem à frente o Sistema Faep/Senar-PR, e parceria, entre outros, com as secretarias de Estado da Agricultura, Educação, Justiça e Desenvolvimento Sustentável, Copel, Sanepar e BRDE.
O evento reuniu ontem (7) mais de 2,5 mil alunos e professores das redes pública e privada do Paraná no ExpoTrade, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. “É um importante evento de formação, cultivando o agricultor do futuro e mostrando a relevância de um processo sustentável, com produção de alimentos e fibras para o Brasil”, destacou o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. “É assim que a gente constrói um cidadão bem orientado, bem formado e qualificado.”
O secretário reforçou o pensamento de que é preciso fazer mais e melhor com cada vez menos uso de recursos da natureza. “Temos que fazer cada vez mais com inovação, com conhecimento, com ciência, para que nossos processos sejam de fato sustentáveis”, incentivou. “No Paraná, temos um carimbo de muitos anos de sermos um Estado diferenciado, que faz uma agricultura competente, de resultados, e cada vez mais tratando o ambiente da forma correta.”
Estado sustentável
“É fundamental um programa como esse do Agrinho para o Estado do Paraná porque nós nos orgulhamos de termos um Estado sustentável”, disse o vice-governador, Darci Piana. “Essa gurizada que começou a aprender com esse programa há 27 anos fez uma mudança de conceito, pois hoje são produtores rurais, assumiram esse papel e, graças a isso, o Paraná é líder na sustentabilidade.”
O secretário da Educação do Paraná, Renato Feder, comemorou as mais de 300 mil redações inscritas no Agrinho e feitas na plataforma Redação Paraná, criada pela Seed-PR. “Foi um número muito acima das nossas expectativas. Também tivemos o Agrinho Robótica, com muitos prêmios e trabalhos maravilhosos. Tivemos alunos fazendo drones que plantam sementes sozinhos. Estamos trazendo inovação para o Paraná, e hoje é a coroação desse trabalho”, disse.
O presidente do sistema Faep/Senar-PR, Ágide Meneguette, destacou a importância de o Agrinho já fazer parte do calendário letivo do Paraná, chegando a mais de 1,2 milhão de alunos. “A sustentabilidade é um assunto altamente relevante, cuja difusão e entendimento pelos jovens são indispensáveis e urgentes, porque é necessário a prática para deter e, possivelmente, reverter o avanço do aquecimento global, que ameaça todo o planeta”, disse.
Além dos tradicionais concursos de desenho e redação (para alunos das redes pública e privada), a premiação também contou com as categorias de Robótica, Programação e Redação Paraná, voltadas aos estudantes da rede estadual e promovidas em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed-PR).
O tema desta edição do concurso foi “Sustentabilidade ambiental” – as redações e projetos de robótica e de programação premiados tratam de problemas e soluções voltados ao meio ambiente.
Projetos inovadores
Um exemplo de uso da tecnologia dentro da proposta do concurso foi o trabalho do aluno João Guilherme Kuspiosz, 16 anos. Ele conquistou o 1º lugar na categoria de Programação (para ensino médio) graças ao site de conteúdo ambiental que criou a partir das aulas de Pensamento Computacional.
“As aulas de programação foram as que eu mais gostei no novo ensino médio. Pretendo seguir nessa área”, conta o estudante, que está no 1º ano do Colégio Estadual Duque de Caxias, em Irati.
A estudante Maria Eduarda dos Santos foi premiada na categoria Redação com texto que escreveu utilizando a plataforma Redação Paraná. “Eu me dediquei muito. Escrevi sobre uma menina que passou por uma mata sendo destruída. Ela achou isso muito ruim e decidiu conversar com a professora para criar um grupo para ajudar a natureza. Cada um contribuía de um jeito”, explica a aluna, que está no 6º ano do ensino fundamental do Colégio Estadual de Iporã.
Durante a cerimônia, que aconteceu na manhã desta segunda no Centro de Convenções Expotrade, em Pinhais, foram entregues 944 prêmios para alunos, professores e escolas. Além de smartphones, também houve entrega de tablets, notebooks, projetores multimídia e até automóveis, para os três ganhadores da categoria Experiência Pedagógica. Outros 896 prêmios serão entregues posteriormente nos Núcleos Regionais de Educação do Estado. Ao todo, quase 1,5 mil prêmios (dos 1,8 mil totais) foram destinados a estudantes e professores da rede estadual.

Banner Conexão Agro Anúncio 728x90

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Podcast

Coluna Podcast

Coluna 197 - IAT conclui adequações na regulamentação da suinocultura
19/06/2024

Coluna Conexão Agro na UEL FM destaca a proposta de adequações na regulamentação da suinocultura no Paraná preparada pelo IAT e o novo Plano Safra, que será anunciado na próxima semana

Cotações

Resumo Técnico fornecido por Investing.com Brasil.

News Letter

Calendário

Calendário